(…) Sua pintura é sempre rica em tensões entre figura e fundo, num universo  onde manchas difusas, zonas  de cor sobrepostas em veladuras buscam uma figuração de atmosfera quase sempre onírica. (…) Pois nesta última etapa de trabalho, as redes tornam-se a forma preferencial de ativação do plano pictórico justamente para que este possa dar vazão a uma profusão dos jogos entre polaridades abertas.”

Ana Flávia Baldisseroto em texto de apresentação da mostra Infinito.

 2010 | 2016  –  2008 | 2010  –  1980 | 2008

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress